Introdução à Camada de Transporte

outubro 19, 2008 at 10:01 pm (Uncategorized)

Posicionada entre as camadas de aplicação e de rede, a camada de transporte ocupa uma posição importantíssima no processo de transferência de dados, sendo considerada a parte central da arquitetura de redes em camadas. Sua função principal é fornecer serviços de comunicação aos processos de aplicação que rodam em hospedeiros diversos. Os protocolos de transporte mais populares são: TCP (Transfer Control Protocol) e UDP (User Datagram Protocol).

Os protocolos da camada de transporte são executados nos hospedeiros e funcionam da seguinte maneira:

*Lado que envia: parte a mensagem da aplicação em segmentos e passa à camada de rede;

*Lado que recebe: junta os segmentos em mensagens e passa à camada de aplicação.

Um protocolo desta camada fornece comunicação lógica entre os processos de aplicação que rodam em sistemas terminais distintos, ou seja, é como se os hospedeiros envolvidos estejam conectados diretamente (fim-a-fim). A diferença, porém entre a comunicação das camadas de transporte e de rede (também fornece comunicação lógica) é que a de transporte faz uma comunicação lógica entre processos e a de rede entre Sistemas Finais.

Para visualizarmos melhor a diferenciação entre as camadas de rede e transporte, podemos pegar o exemplo clássico de envio de cartas entre primos de uma cidade a outra. Nesse ambiente, podemos identificar os elementos da seguinte forma:

* Os hospedeiros (Sistemas Finais) => casas;

* Os processos => “primos”;

* As mensagens de aplicação => cartas nos envelopes;

* Protocolo de transporte => primos que tratam do correio;

* Protocolo de rede => serviço postal.

Assim, na figura abaixo podemos ilustrar como é feita a comunicação lógica

fim-a-fim dos protocolos da camada de transporte, bem como compreender um pouco

melhor o exemplo citado acima:

O TCP corresponde a um protocolo orientado a conexão, oferecendo assim, uma comunicação confiável, ordenada, unicast. Portanto, o TCP garante que os dados são entregues livres de erros, em seqüência e sem perdas ou duplicação. O lema do TCP é “transmitir com segurança”.

Já o UDP é um protocolo sem conexão, não confiável (melhor esforço, “best effort”), não ordenada, unicast ou multicast. O UDP não implementa nenhum mecanismo de controle de congestionamento, de fluxo ou de erros. Geralmente é utilizado por aplicações que necessitam de velocidade (o UDP é um protocolo bastante leve) e dispensam a confirmação de que as informações foram recebidas (como videoconferências).

Assim, o TCP e o UDP não oferecem, conjuntamente, suporte a alguns tipos de serviços. Esses serviços não disponíveis são:

· Garantias de controle de banda;

· Multicast confiável;

· Tempo real.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: